May 30, 2007
170 Views
0 0

Aquecimento ou congelamento global?

Written by
[photopress:correntes_1.jpg,full,centered]

No último final de semana, assisti um documentário no Discovery Channel sobre o aquecimento global, no qual participaram vários cientistas europeus; o tema era recorrente: o aquecimento global. Porém, para minha susrpresa o foco era outro, levantado por cientistas europeus utilizando uma técnica de pesquisa baseada na analise do gelo localizado nas regiões inóspitas e intocadas do planeta. As geleiras retêm informações importantes sobre a composição quimíca da atmosfera a medida que suas camadas são depositadas. Junto com a água, são congeladas amostras de ar atmosférico e substâncias suspensas na atmosfera, como cinzas de vulcões, metais pesados, dentre outros. Assim, da camada mais rasa à camada mais profunda podemos ter um mapa de milhares de anos de como a atmosfera está sendo modificada. Eles mostram fatos marcantes na história da humanidade, como os vulcões, o início e a proibição do uso de chumbo na gasolina, dentre outros. Baseado nesses fatos, os cientistas concuiram que a Terra passa a maior parte do tempo congelada e que estamos vivendo entre transições de eras glaciais, que deveria durar séculos, mas que graças a nossa “atividade econômica” está durando décadas.
Nossa principal preocupação quando o assunto é o aquecimento global é o aumento do nível dos oceanos, que causaria inundações em várias cidades litorâneas pelo mundo todo. Porém, segundo o estudo, a inundação é o menor de nossos problemas.
Como você pode ver na figura acima, a Terra possui uma rede de correntes marítmas, quentes e frias, que funciona como o nosso sangue. Mas ao invés de levar proteínas e oxigênio, ela trasporta calor. As correntes marítmas levam o calor da região mais quente, a equatorial, para as regiões mais frias, localizadas nas altas latitudes. Esse mecanismo é muito sensível e é baseado na salinidade da água dos oceanos.
Mas o que o aquecimento global tem a ver com tudo isso? Acompanhe o raciocínio. Como o aumento de emissões, redução da camada de ozônio e posterior aumento da temperatura média do planeta, o gelo das calotas e das, antes denominadas, geleiras eternas está derretendo. Para onde você acha que vai toda essa água doce, bilhões de litros por ano? Adivinhou, pro mar. E o que ela está provocando quando chega lá? Isso mesmo, a diminuição da salinidade. Agora que você entendeu como se dá a causa, passemos para as conseqüencias. A principal é a redução da salinidade no nível dos oceanos, o que faz com que aquele frágil mecanismo de transporte de calor que citei acima, as correntes marítmas, perca eficiência. Isso faz com que a quantidade de calor que as correntes são capazes de transportar fique cada vez menor. Assim, a previsão é de que nos próximos 50 anos a temperatura de verão da Europa e EUA caia cerca de 14 graus enquanto que a de inverno caia 30. O Canadá e a região da Sibéria já enfrentam temperaturas extremas assim, mas a previsão é de que as latitudes nas quais ocorre o fenômeno fiquem cada vez menores, provocando congelamento de rios e cidades inteiras, sem falar no fator mais importante: a perda de colheitas e redução da quantidade de alimentos produzida na região, que provoca o catalizador de nossos instintos primitivos: a FOME.
Agora você pergunta: Mas o que isso tudo tem a ver comigo? Não esqueça que vivemos em um mundo globalizado. Antes de responder, vou fazer uma pergunta a você: “Você rouba em um supermercado, ou qualquer outro lugar?”. Não se ofenda, pois sei que a resposta é NÃO, por vários motivos: valores morais, religiosos, medo de ser preso, dentre outros. Vou mudar a pergunta: “Você saquearia um supermercado se sua vida e a de sua família estivessem em risco?”. Agora, mesmo hesitando, a resposta seria SIM, pois seu intinto de sobrevivência supera qualquer valor que você possa ter. O porquê da pergunta? Nesse cenário de perda de produção, fome e caos, qual você acha que seria o “supermercado” a ser saqueado na região equatorial? Vejamos o globo…. Temos alguns países, que apesar de ter mais semelhanças que diferenças nunca se entendem ou conseguem se organizar, temos a África, sempre precisando de ajuda e mergulhada em guerras civis, a Índia, a China, os tigres asiáticos e a Austrália… Se você “precisasse” invadir em nome de alguma coisa (depois do “Eixo do Mal”, qualquer coisa serve. Que tal “Eixo do Desperdício”?), qual seria seu alvo potencial. Adivinhou de novo.
Acho que nesse cenário de caos, como dizia Benjor, esse país tropical abençoado por Deus e bonito por natureza tem que começar a se preocupar em formar um bloco forte com seus vizinhos e deixar as diferenças de lado, pois a Europa já fez isso. Eistein disse que a 3a Guerra Mundial seria lutada com paus e pedras, mas acho que não, será mais uma briga entre blocos por água e alimento, que nós temos de sobra. Será que isso nos torna o próximo alvo? Pense nisso.

[photopress:ttat_1.jpg,full,centered]
“O Dia Depois de Amanhã” Fox Filmes, 2004

Article Tags:
Article Categories:
Meio Ambiente

Comments to Aquecimento ou congelamento global?

  • Pingback: Parabéns Al Gore | Questão de Opinião

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *