Jul 30, 2007
34 Views
0 0

Parabéns Brasil!

Written by

Parabéns à nação brasileira e principalmente aos atletas, que nos representaram com esforço e sacrifício para que pudéssemos bater o recorde de pódios de nossa história em jogos panamericanos. Parabéns à vela, à ginástica, ao atletismo, ao vôlei, ao basquete, ao futebol (feminino, é claro), dentre os vários outros, que foram motivo de orgulho de todos nós, brasileiros. Exemplos de superação no atletismo e na ginástica e um exemplo maior no Vôlei. Sim, acho que o esporte do Pan Rio 2007 foi o Vôlei. Ver a imprensa atacar uma das pessoas mais integras do esporte brasileiro, o técnico Bernardinho. Divergências a respeito da premiação dos atletas e as constantes reclamações resultaram na saída do capitão do time, considerado o melhor jogador do mundo, às vésperas do início do Pan. Ricardinho foi substituído com brilhantismo por Marcelinho durante todo o Pan e teve como reserva Bruninho, filho do treinador Bernardinho. A resposta a todas as críticas foi a coletiva concedida por Bernardinho ao conquistar a medalha de ouro: “Durante uma semana fui chamado de autoritário, mercenário e acusado por alguns de nepotismo. Independente de tudo isto, a única pergunta correta seria: se eu tivesse feito uma coisa tão errada, os jogadores aceitariam isso da maneira que aceitaram e jogariam da maneira que jogaram?” Para quem já viu alguma de suas palestras e acompanha seu trabalho, sabe que as colocações da mídia são absolutamente infundadas.
Mas o saldo da 15ª edição dos Jogos Pan-Americanos foi positivo, com 54 medalhas de ouro, ficando abaixo apenas dos EUA e Cuba, que perde a cada dia seus atletas para o mundo esportivo globalizado. Ficou claro que tanto Cuba perdeu em qualidade esportiva, quanto nós ganhamos em nível técnico. Isso faz com que o sonho, antes distante, de ocupar o segundo lugar no próximo panamericano seja agora tangível. Cuba investiu sempre no desenvolvimento da qualidade de seus atletas, mas tem esquecido de investir em algo muito mais importante: a liberdade. Enquanto permanecer como único país a insistir em um modelo socialista já superado, e insustentável num mundo globalizado, não conseguirá manter seus atletas de ponta, seduzidos pelo mercado americano e europeu, bem como seus treinadores, que formam novos atletas em vários países, inclusive no Brasil.
Outro ponto alto dos jogos foram a abertura e o encerramento, bem como a qualidade das imagens digitais. Pela TV, fiquei impressionado com a cobertura e organização, que foi excelente, para o primeiro evento desse porte ocorrido no Brasil. Parabéns a Carlos Arthur Nuzman, ex-jogador de vôlei, ex-presidente da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e presidente do (COB) Comitê Olímpico Brasileiro até 2008, o principal responsável por toda a articulação ocorrida para viabilizar a candidatura e posteriormente a organização necessária para a realização dos jogos.
Agora é corrigir os erros que ocorreram durante o Pan e preparar a candidatura às Olimpíadas de 2016. Isso mesmo. Rio 2016!

Article Tags:
Article Categories:
Esporte

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *