Dec 22, 2007
100 Views
0 0

Presente de Natal: Bush dá, Bush tira…

Written by
[photopress:bush_hitler_lookalike_712152.jpg,thumb,alignleft] O presidente americano menos popular da história conseguiu agradar e desagradar o mundo em um curto espaço de tempo. Com 33% de aprovação (a menor da história dos EUA), Bush se prepara pra deixar a Casa Branca pela porta dos fundos, porta esta pela qual ele nunca deveria ter entrado, uma vez que conseguiu a cadeira com menos votos que o rival, em virtude das distorções eleitorais no sistema eleitoral americano.
Mas vamos às boas notícias. Bush aprovou uma nova lei que prevê metas de otimização do consumo de gasolina nos carros, metas de atualização de processos, incentivos à utilização de combustíveis renováveis, otimização no uso de energia elétrica, dentre outros.
Chcocado? Eu mais ainda. Porém, a alegria durou pouco…
Seu próximo ato executivo foi um retrocesso, para compensar a lei anterior e fazer valer a máxima: “Nada é tão ruim que Bush não possa piorar”. Como sua popularidade é uma das mais baixas na história americana, em virtude de suas políticas bélicas internacionais e de sua política de degradação do meio-ambiente. Vamos à bomba: Ele aprovou uma lei que desautoriza ações como as do Arnold Exterminador, na California, que aprovou metas mais ousadas que o protocolo de Kioto. A partir da regulamentação da lei, a EPA é o único órgão dos EUA a poder estabelecer metas federais de emissão de CO2. São tornadas sem efeito as metas estabelecidas pelos 17 estados que já tinham ações nesse sentido.

Ainda bem que seu legado acaba em 2008, quando o mundo ficará livre do mais vil e desprezível ser que jamais habitou este planeta!

Article Tags:
Article Categories:
Meio Ambiente

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *