Jan 2, 2014
51 Views
0 0

Quem quer ser um milionário?

Written by

Edição de Dezembro 2013 da Forbes indica a posição dos milionários brasileiros em 2013. Confira e saiba quem são as pessoas mais influentes no Brasil.

forbesM

O Ano Novo começa e lá está você pensando nas resoluções de 2014. “O que vou prometer para 2014? O que vou tentar fazer de diferente?” E seus pensamentos simplesmente param quando entra no ar, na TV,  o sorteio da MegaSena da Virada. Já pensou, se você pudesse começar o ano com R$ 224,7 milhões? O que faria com esse dinheiro? Pararia de trabalhar? Tantas possibilidades, tantos sonhos… Mas você não ganhou! Acorda! Dia 2 de janeiro, sua vida volta ao normal. E o normal é trabalhar neste ano até o dia 31 de maio só para pagar impostos. O que sobrar depois do dia 1 de junho é seu. Legal, não é? Mas, tudo é por uma boa causa, pois você terá escolas, hospitais, estradas, metrôs e demais serviços públicos no “Padrão FIFA de Qualidade”, não é? (Estou sendo sarcástico, ok?). Mas o artigo não é sobre isso, certo? Você entrou porque quer ser um milionário, não é? Então, aqui está a receita para se tornar um e sem envolver sorte ou loterias. Começamos agora um artigo sobre UMA HISTÓRIA DE SUCESSO.

lulamundo

Luiz Inácio da Silva, 67 anos, um homem comum, pernambucano e sonhador. Parece a história de um brasileiro qualquer, mas aquele homem com uma vida comum, assim como Anakin Skywalker, estava destinado a algo maior: no caso de Lula (apelido carinhoso), era ser presidente do Brasil, 2 vezes, enquanto o jovem Anakin teve que se contentar em ser o Darth Vader. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi engraxate, ajudante de tintureiro, office boy e se formou torneiro mecânico pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial). Lula nunca frequentou uma faculdade como aluno e, mesmo assim, chegou ao Palácio do Planalto em 2002, carregado pelos braços do povo. Sua primeira frase marcante foi “Nunca antes na história deste país…”, sempre seguida de uma afirmação incontestável.

lula1

Lula, hoje, está aposentado. Isso mesmo. Aposentado. Lula recebe duas aposentadorias dos cofres públicos que somam R$ 9.000 por mês, uma delas é por invalidez (perdeu o dedinho da mão esquerda quando era torneiro mecânico) e a outra, por ter sido anistiado político nos tempos da ditadura. Estes R$ 9.000 que Lula ganha com suas aposentadorias é quase o triplo do salário médio de um torneiro mecânico, na ativa, em São Paulo, que ganha R$ 3.148 mensais. Calma, não é só isso. Como ex-presidente do Brasil, Lula tem acesso a diversos benefícios vitalícios que a maioria dos aposentados nem sonha em ter, como dois carros de luxo com gasolina à vontade e oito funcionários, entre motoristas, seguranças e assessores, cujos salários vão de R$ 2.100 a R$ 8.900 cada um. A informação é da assessoria da Presidência da República. Esses benefícios, concedidos aos ex-presidentes, custam aos cofres públicos aproximadamente R$ 3 milhões por ano. Mas está é outra história, para outro artigo. Lula recebe um salário mensal de R$ 13 mil por mês do PT  por ser presidente de honra da sigla. Gostou do 13? Não é coincidência, pois é o número da sorte do PT. E você achando que 13 significava azar? Só se for pra você! Vamos totalizar? Sem contar funcionários, carros e combustíveis, o “salário” mensal é de R$22.000,00, ou R$264,000,00 por ano. Em 4 anos, já passaria de 1 milhão de reais.

lula-palestra

Mas Lula não é um “aposentado vagabundo”, como FHC definiu as pessoas que se aposentavam antes dos 50 anos, em sua declaração polêmica em 1998. O ex-presidente saiu do poder há três anos, mas se transformou em uma máquina de arrecadar dinheiro com palestras, salários vitalícios, viagens, empresas e presença vip. Cercado de luxo, Lula chega a cobrar mais que o dobro do seu antecessor, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, por uma palestra de apenas uma hora. Palestras? Isso mesmo. Lula discursa sobre política, economia e pobreza em palestras que custam cerca de R$ 250 mil cada — o valor mais caro do Brasil. Isso equivale, em duas horas de discurso, a quase três salários mínimos por minuto, algo em torno de R$2000,00 por minuto! Achou caro? O valor sobe quando a palestra é internacional! Ferraris, Lamborguinis, Porches? Morram de inveja! 0 a 100 em segundos? Nada disso, nosso ex-presidente vai de 0 a 2000 em um minuto. Nem vou comparar os cavalos… 😉

honoris

Orador mais caro do País, Lula ganha dinheiro mesmo é com suas palestras no exterior. Estima-se que ele embolse mais de R$ 300 mil por um discurso internacional. E tudo isso com apenas  ensino técnico no currículo. E você aí pensando naquele MBA, Mestrado, Doutourado, PHD. Deixa isso pra lá, seu bobão! Estudar pra quê? Lula saltou o Ensino Médio, a graduação, o Mestrado e foi direto para o Doutorado 🙂 . Como assim? Lula já acumula 26 títulos de Doutor Honoris Causa — homenagem dada por universidades para uma personalidade, mesmo que ela não tenha um curso universitário. Agora, ele é doutor! Lembra de 1995? Após o candidato à Presidência da República, Luís Inácio Lula da Silva, afirmar “Há, no Congresso, uma minoria que se preocupa e trabalha pelo país, mas há uma maioria de uns trezentos picaretas que defendem apenas seus próprios interesses”, os Paralamas do Sucesso tiveram uma música censurada – Luis Inácio (300 picaretas), cujo refrão era ”  Luís Inácio falou, Luís Inácio avisou, são trezentos picaretas com anel de doutor”. Pronto. Agora ele não apenas tem 1, mas 26 anéis de Doutor.

[yframe url=’http://www.youtube.com/watch?v=FVOR7d02Aog’]

Lula ganha em suas palestras internacionais cerca de R$ 300 mil, o dobro do que o também ex-presidente, Fernando Henrique Cardoso, que fez curso superior e fatura com as suas apresentações cerca de R$ 150 mil. Em suas palestras, FHC aborda temas como política, economia e atualidades, a exemplo a legalização das drogas. Lula fala menos e ganha mais.  E viagens não faltam na agenda do ex-presidente. Lula já fez mais de 40 viagens ao exterior desde que deixou formalmente o Planalto, em 2010. Entre os destinos preferidos dele estão países da América do Sul, África, Europa, América do Norte e até Oriente Médio. E que seria melhor que isso? Viajar de graça! O petista costuma viajar de graça e, em alguns destinos, recebe o suficiente para comprar um apartamento em área nobre de SP! Você acha que ele sente falta do “Aerolula”, aquele Airbus A-319 avaliado em R$ 113 milhões? Em 2010, ele brincou: “Eu descobri que o Aerolula não é meu. Perdi meu avião!”. Ué, mas sem avião, como ele viaja? Nós pagamos a conta? Diretamente, não. De onde vem o $$$? Quem paga a conta? Fala. Fala. Fala logo!

Fonte: Folha de SP

Ora, meu jovem “padawan”, as empreiteiras pagam. Embora ganhe mais de R$ 300 mil por palestra fora do Brasil, Lula não coloca a mão no bolso nas diversas viagens que faz ao exterior. Empreiteiras com histórico de doações para o Partido dos Trabalhadores, como Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, OAS e Odebrecht lideram o ranking de “auxílio” e pagam pelos  gastos do ex-presidente. Nossa, ele deve pagar uma fortuna de Imposto de Renda, não é? Na verdade, ele não recebe este dinheiro. Como assim? Quem recebe é o Instituto Lula, uma ONG sem fins lucrativos  e isenção fiscal, que afirma que o ex-presidente trabalha para promover  os “interesses da nação” e não das empresas que bancam suas atividades.

“Os povos que não conhecem a sua história estão condenados a repeti-la.”

Instituto Lula é uma fundação suprapartidária e sem fins lucrativos, dedicada a cooperação internacional entre o Brasil, a África e os demais países da América Latina. Seu nome é uma homenagem ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que também é o presidente de honra do instituto. A história do instituto remonta a 1990 quando foi formado o “Governo Paralelo” que era um grupo de ação politica liderado por Lula para fazer frente ao então recém empossado presidente Fernando Collor de Melo, que havia vencido as eleições de 1989. A partir de 1993 e com o impeachment de Collor, o “Governo Paralelo” passa a se identificar como “Instituto Cidadania” e passa a desenvolver diversas atividades políticas com objetivo de conhecer melhor o cenário geopolítico, social e econômico brasileiro, como as caravanas da cidadania. Em 1999 começou a trabalhar intensamente para dar subsidio político para as campanhas de 2002. Nas quais Lula saiu vitorioso. Após ser eleito, Lula escolheu o empresário José Alberto de Camargo, na época executivo da metalúrgica CCBMM para substitui-lo na administração da fundação. Voltando a assumir a presidência novamente em 2010 após o fim do mandato de Presidente da Republica. Em 2011, o Instituto Cidadania muda de nome para Instituto Lula. Em 2013, o diretor-presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, disse que não descarta o uso de verba adquirida por meio da Lei Roaunet para a construção do Memorial da Democracia. O museu, que será construído em uma área de 4,3 mil metros cedida pela Prefeitura de São Paulo na Rua dos Protestantes, na Cracolândia, região central da cidade, deverá custar entre R$ 50 milhões e R$ 100 milhões.

museu

Outra estratégia do ex-presidente Lula foi a criação do Foro de São Paulo (FSP), em julho de 1990, durante uma visita feita por Fidel Castro a Lula em São Bernardo do Campo. O Foro foi formalizado quando 48 organizações, partidos e frentes de esquerda da América Latina e do Caribe, atendendo a convite do Partido dos Trabalhadores, reuniram-se na cidade de São Paulo visando debater a nova conjuntura internacional pós-queda do Muro de Berlim (1989). Elaboraram estratégias para fazer face ao embargo dos Estados Unidos a Cuba e unir as forças de esquerda latino-americanas no debate das consequências da adoção de políticas neoliberais pela maioria dos governos da época, bem como promover a integração econômica, política e cultural da região. Um dos resultados deste foro foram as obras de reforma e modernização de portos e estradas feitas em CUBA pelo BRASIL. Agora, você entende porque os médicos do “Mais Médicos” vieram de Cuba tão rápido?

aviaolula

Mas, voltando ao $$$, talvez você esteja se perguntando: “Mas por que eles pagariam tudo, se ele não está mais no poder?” Não está? Não vou te encher com teorias de conspiração ou qualquer coisa do tipo, mas vou citar algumas coincidências. Em agosto de 2011, Lula começou um tour latino-americano pela Bolívia, onde chegou “com sua comitiva em avião privado da OAS”, como anotou o embaixador Marcel Biato em telegrama. O primeiro compromisso foi um encontro com o presidente Evo Morales. Na época, protestos impediam a OAS de tocar uma rodovia de US$ 415 milhões. Foi um dos temas da conversa, dizem empresários da Bolívia que pedem sigilo. La Paz cancelou o contrato, mas deu US$ 9,8 milhões como compensação à OAS. Da Bolívia, ainda bancado pela OAS, Lula viajou para a Costa Rica, onde a empresa disputava uma obra de US$ 57 milhões. A OAS foi preterida após a imprensa local questionar o papel de Lula. Após nove meses, a OAS ganhou a concessão da rodovia mais importante do país, em um negócio de US$ 500 milhões. E nem vou falar das viagens à África, de quem recentemente “perdoamos” uma dívida de quase US$ 900 milhões, onde as empreiteiras brasileiras tem negócios e não poderiam receber empréstimos do BNDES se a dívida existisse. A propósito, o “perdão” foi assinado por Dilma, em 2013.

br-dilma-perdao-divida-africana

Em 2002, o então presidente Fernando Henrique Cardoso criticou ambientalistas e disse que a oposição à construção de usinas hidrelétricas atrapalha o País. O candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva lança um documento intitulado O Lugar da Amazônia no Desenvolvimento do Brasil, que cita Belo Monte e especifica que “a matriz energética brasileira, que se apoia basicamente na hidroeletricidade, com megaobras de represamento de rios, tem afetado a Bacia Amazônica”. Recentemente, ele afirmou que Belo Monte é uma obra essencial para o Brasil e para a Região Norte. A região da barragem será alagada e a obra custará agora R$20 bilhões (é claro que não será este o valor final), a ser repassado para as empreiteiras responsáveis pela obra. Eu disse empreiteiras? São elas: Andrade Gutierrez, que definirá quem vai fazer o quê na obra, Camargo Corrêa, Odebrecht, OAS, Queiroz Galvão, Mendes Júnior, Contern, Galvão Engenharia e outras menores, que “venceram” o leilão de Belo Monte, em abril de 2010. Já se perdeu na história? A trama é complicada mesmo.

lula4

Nosso ex-presidente é um verdadeiro Pop Star, uma figura pública conhecida em todo mundo e uma das mais 25 pessoas mais influentes do planeta, segundo a Revista Time, em 2010. Lula já encontrou durante a aposentadoria desde astros como Bono, do U2 (no alto, à esquerda) e o nigeriano ganhador do Nobel de Literatura, Wole Soyinka (embaixo, à esquerda) até políticos como o primeiro ministro da Nova Zelândia, John Key (no centro, embaixo), os presidentes de Gana, John Dramani Mahama (no centro, acima), e do Uruguai, José Mujica (embaixo, à direita) e o ex-líder de Cuba, Fidel Castro (no alto, à direita). Posar ao lado de figurões valoriza o passe e, assim, dá para cobrar mais por presença vip ou palestras. Lula já inspirou a criação de um boneco feito em sua homenagem pelo PT, em 2010, ao preço de R$ 5 cada e  até uma versão de pelúcia do político um pouco antes, em 2006, produzida pelo artista plástico Raul Mourão.

lulas

Em 2006, Lula declarou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) uma riqueza de R$ 839 mil, sendo que 57% estariam aplicados em bancos. Estima-se que a fortuna do ex-presidente seja atualmente muito maior, já que três de suas palestras internacionais já cobrem o valor declarado à época. Lula, desde longe, se tornou uma dos mais bem sucedidos milionários do País. Uma de suas residências em São Bernardo do Campo fica no 11º andar do edifício Hill House.  A cobertura de 186 metros quadrados  supera com folga R$ 1 milhão e está entre os mais caros da cidade.  Além de multiplicar seu patrimônio e de sua família com negócios e rendimentos variados, Lula cuida bem de seu patrimônio. No ano passado, ele se livrou de devolver R$ 9,5 milhões aos cofres públicos após ser considerado inocente numa ação de improbidade administrativa que o acusava de promoção pessoal e benefício ao banco BMG, envolvido no escândalo do mensalão. Além disso, ele saiu ileso do “escândalo do Mensalão” simplesmente afirmando, não saber de nada, não ter visto nada e não ter lido tudo que assinou. Segundo ele, o Mensalão nunca existiu e o julgamento do STF foi político, uma represália “da zelite” pelas inúmeras conquistas sociais de seu governo. Lula foi convidado recentemente pelo jornal norte-americano The New York Times, um dos mais importantes do mundo, para escrever uma coluna mensal sobre economia e política. Os valores do contrato aceito pelo ex-presidente não foram divulgados, mas a transação gerou polêmicas e rendeu diversas piadas pela internet. 

cobertura

Finalmente, fazendo uma conta simples, temos:

  • Aposentadorias: R$264.000,00
  • 4 palestras por mês: R$ 250.000,00 x 4 x 12 = R$12.000.000,00
  • Comissão das empreiteiras: ?????
  • TOTAL ANUAL: 12.264.000,00

Com mais de R$12 milhões por ano, quem precisa de Megasena da Virada? Você. Ele não precisa! A propósito, a capa da Revista Forbes é fictícia e dois procuradores da República, um delegado federal, um juiz e dois advogados disseram à Folha de São Paulo que não há irregularidades nas viagens, por não haver lei sobre a atuação de ex-presidentes no Brasil.

E então? Satisfeito com o final da história? Não? Lembre-se que não deve acreditar em tudo o que lê. Seja crítico. Este artigo é fruto de minhas pesquisas e percepções da realidade. Faça a sua! Converse, pergunte, questione! Você vai gostar. Eu não acredito que a Política deva ser uma carreira, tampouco que os nossos “representantes” devam receber remuneração ou vantagens. Eles representam o Estado e devem receber o mínimo para representá-lo bem, inclusive internacionalmente. Mas não podem ver no Estado uma oportunidade para enriquecer. Não acredito que o Brasil precise de tantos deputados e senadores, acho que devíamos começar por ai. Em seguida, nós, sociedade civil, deveríamos decidir a estrutura do Estado, acabando com inutilidades como o Ministério da Pesca, Ministério do Enxugamento de Gelo, dentre outros. Políticos não deveriam ter imunidade parlamentar como na forma atual, apenas de OPINIÃO. Crimes de Corrupção seriam considerados hediondos e inafiançáveis, fim das reeleições indeterminadas, da carreira de Político. Mas este sou eu, sonhando… Hoje, trabalhar para o Estado significa ganhar bem e fazer nada. Talvez você não saiba, mas O ESTADO SOMOS NÓS.

Se quiser ficar milionário no Brasil, você tem 3 caminhos:

politicaloteriaw

 [poll id=”35″]

 

Article Categories:
A Política

Comments to Quem quer ser um milionário?

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *